Logística integrada, o que é?

A gestão logística engloba múltiplos processos que permitem o transporte sem descontinuidades de fretes, mercadorias, pacotes de matérias-primas, estoque completo e embalagem desde sua origem até o cliente final.

Os processos são manuais ou automáticos com base no nível de maturidade digital de uma organização.

A mais moderna e eficaz administração logística apoiada por tecnologias como Inteligência Artificial, Aprendizagem de Máquinas, Inteligência Preditiva, Internet das Coisas (IoT) e muitas outras, permitem às empresas criar oportunidades de receita, melhorar a eficiência da entrega e criar uma deliciosa experiência para o cliente. A gestão logística é parte essencial da Gestão da Cadeia de Suprimentos (SCM).

O Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos é um conjunto de tarefas interligadas que estão relacionadas à transformação e transferência de matéria-prima em produtos acabados até a sua venda ao usuário final.

O gerenciamento da cadeia de fornecimento é o responsável por todas as etapas envolvidas na compra e fornecimento, fabricação e venda enquanto a logística ajuda a preencher as lacunas dos vários segmentos. O Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos visa alcançar uma grande vantagem competitiva através da maximização da eficiência.

A logística também pode envolver outras tarefas como armazenagem, atendimento de pedidos de embalagem e controle de estoque, manutenção do equilíbrio entre oferta e demanda e gestão de estoques.

Os conceitos mais significativos no campo da gestão logística são o conceito dos 7 Rs ou 7 “Direitos”. Ele é definido pelo Chartered Institute of Logistics & Transport (Reino Unido) como 7 Rs:

“Obter o produto certo, na quantidade certa, na condição certa, no lugar certo, no momento certo, para o cliente certo, ao preço certo”.

Gestão logística

Logística integrada, o que é?

Diferentes tipos de gestão logística
O processo de gestão logística começa com o acúmulo de matérias-primas, e depois avança até o ponto em que as mercadorias são enviadas ao seu destino final. Há muitos tipos de logística envolvidos em diferentes processos de cadeias de abastecimento. Os tipos mais comuns de gerenciamento logístico são os seguintes:

1. Gerenciamento de suprimentos

A gestão de suprimentos é o processo de planejamento, compra e coordenação dos suprimentos necessários no mesmo local em um determinado momento para ajudar na produção. A logística também envolve a coordenação do transporte e armazenamento dos suprimentos.

Isto também envolve a avaliação do nível de fornecimento para atender a demanda, a fim de assegurar que o processo esteja em processo contínuo. A gestão de suprimentos deve ser concluída a tempo porque atrasos podem causar interrupções em toda a cadeia de suprimentos.

2. Manuseio e Distribuição de Materiais

Trata-se geralmente da transferência de produtos ou materiais armazenados para fabricação ou distribuição. Este tipo de logística requer muita carga e descarga, assim como o rastreamento e a manutenção do estoque de materiais.

Este tipo de gestão regula o fluxo de materiais do armazém central para diferentes locais, e envolve uma quantidade significativa de transporte de materiais, onde a pronta entrega é crucial.

3. Gerenciamento de produtos

A gestão logística de produtos envolve o planejamento, gestão e controle de diferentes fases de produção dentro de uma empresa. Ela é responsável pela coordenação que é necessária durante o processo de fabricação ou montagem, deslocando-se entre armazéns e fábricas e gerenciando as áreas de produção e aderindo a um cronograma definido. A logística de produção oferece as ferramentas para maximizar a eficiência no capital.

4. Gerenciamento do atendimento ao cliente

Gerenciamento de atendimento ao cliente é um termo usado para descrever métodos, estratégias e tecnologia que as empresas utilizam para analisar e gerenciar as interações e informações do cliente ao longo de todo o seu ciclo de vida.

Uma estratégia bem sucedida de gerenciamento de serviço ao cliente em logística depende de uma comunicação eficiente, bem como de uma entrega oportuna e segura. Isto pode ajudar a melhorar as relações com os clientes e ajudar na retenção dos clientes.

Os 6 principais benefícios de uma gestão logística eficiente

As empresas devem implementar uma gestão logística eficiente a fim de permanecer no mercado e manter sua estabilidade. O gerenciamento adequado da logística garantirá que as empresas possam satisfazer tanto as expectativas dos consumidores quanto as da demanda.

1. Melhorar a experiência do cliente

A gestão logística pode ajudar a oferecer um serviço rápido e eficiente. Um bom plano de gestão pode tentar melhorar os processos de transporte e reduzir as interrupções, pois o atraso nas entregas pode resultar em decepção para o cliente.

Conseguir um melhor atendimento ao cliente e um processo de movimentação de cargas suave e eficiente pode trazer maior valor à experiência do cliente. Uma melhor experiência do cliente pode melhorar a imagem ou a reputação da empresa e gerar mais negócios. Portanto, uma logística gerenciada adequadamente contribui para uma experiência positiva para o cliente em geral.

2. Otimizando o custo operacional

A logística é mais eficaz quando há muita transparência e transparência nas operações. Um programa de gerenciamento logístico bem-sucedido pode analisar dados históricos e otimizar rotas para melhorar a eficiência e diminuir o custo do combustível. A gestão logística é uma forma de otimizar o uso dos ativos para melhorar a eficiência nos negócios e reduzir os custos operacionais.

3. Aumentando a rentabilidade

A gestão logística permite às empresas ver claramente suas operações, melhorar o relacionamento com os clientes e diminuir a necessidade de manter um estoque excessivo. Isto pode aumentar a taxa de atendimento de pedidos que, por sua vez, aumenta o lucro do negócio.

Ao utilizar sistemas de otimização de rotas, a aplicação dos últimos avanços tecnológicos e a expansão da capacidade de seus negócios de frota podem reduzir os custos operacionais e garantir a sincronização da gestão da cadeia de abastecimento.

4. Melhoria das operações intermodais

As operações intermodais implicam a utilização de dois ou múltiplos modos, ou transportadores para o transporte de produtos do fornecedor ao consumidor. Contêineres especializados são utilizados para conduzir operações intermodais.

Isto elimina os perigos de manusear diretamente as mercadorias. As operações intermodais que são mais eficientes ajudam a reduzir custos, são ambientalmente corretas e mais confiáveis e seguras.

5. Entrega mais eficiente e maior produtividade

A logística se concentra na otimização de suas operações e no aumento da eficiência sem afetar as margens de lucro. Através da redução do desperdício de recursos, a eficiência na entrega é garantida sem comprometer o tempo de entrega dos produtos.

A gestão logística pode ser capaz de atender às exigências de qualidade, reduzir o risco de falhas, defeitos e desvios para garantir que a eficiência da entrega não seja afetada.

6. Planejamento inteligente de rotas

As entregas devem ser feitas rápida e eficientemente e de acordo com as regras de segurança na estrada e os prazos de entrega. O planejamento inteligente de rotas permite a seleção simples das rotas mais eficientes, ajuda a evitar engarrafamentos e facilita o acompanhamento do progresso dos veículos e motoristas, além de reduzir as milhas vazias.

Garantir que as mercadorias sejam entregues aos clientes no prazo e em perfeitas condições. O planejamento inteligente das rotas garantirá uma excelente taxa de satisfação e satisfação dos clientes.

Melhores Práticas para Gerenciamento de Interrupções na Gestão Logística

A pandemia fez com que as empresas ficassem mais dependentes da gestão da logística para atender às demandas de mudança dos tempos e fornecer bens essenciais a seus clientes. Embora as causas das perturbações possam ser geopolíticas, ambientais ou mesmo tecnológicas, elas são capazes de causar o caos nas redes logísticas.

Para lidar com as interrupções na gestão logística, é essencial implementar algumas diretrizes para aumentar a capacidade, garantir a entrega e reduzir os atrasos na entrega dos serviços. Felizmente, a cadeia de fornecimento atual está atualmente em processo de se tornar digital, trazendo novas tecnologias e ferramentas que prometem aumentar a eficiência e melhorar a precisão.

A seguir, algumas sugestões para ajudá-lo a reagir às interrupções na gestão logística:

  • Para aumentar a eficiência e agilidade Utilize o crowdsourcing para aumentar o pessoal e a capacidade de seus veículos. Isto pode ajudá-lo a economizar dinheiro, ajudar a atender aos picos de demanda e melhorar a entrega da última milha.

 

  • Implementar opções de entrega e pagamentos sem contato para manter seus clientes e funcionários seguros e saudáveis. A flexibilidade para acomodar diferentes opções de pagamento, tais como a utilização de tapping e go payments e carteiras digitais também aumentará a satisfação do cliente.

 

  • Tenha um plano de contingência em vigor em caso de problemas inesperados. Criar uma “equipe de crise” para garantir a prontidão em caso de qualquer emergência logística.

 

  • As capacidades de roteamento dinâmico e em tempo real ajudarão a melhorar a eficiência da entrega, bem como a entrega de emergência. vários pontos de entrega em uma única rota.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima