O que é Economia Empresarial?

A economia empresarial é um ramo que estuda a economia aplicada que examina os problemas organizacionais, financeiros e relacionados ao mercado que as corporações enfrentam.

A economia empresarial avalia certos fatores que impactam as corporações – organização empresarial, gestão, expansão e estratégia – usando teoria econômica e métodos quantitativos. Os tópicos de pesquisa da economia empresarial podem ser sobre como e por que as empresas se expandem, os efeitos sobre os empreendedores e as interações entre as corporações e seu papel no governo na regulação.

O que é economia empresarial?

O que é Economia Empresarial

Entendendo a economia empresarial

Em seu sentido mais amplo, a economia estuda os vários componentes, bem como as funções que compõem um mercado ou economia específica, como demanda e oferta – e o efeito da noção de escassez. Em economia, os fatores que afetam a produção, bem como as técnicas de distribuição, bem como o consumo, são áreas significativas de pesquisa. A economia de negócios é um estudo dos fatores e elementos que estão envolvidos no processo de negócios e como eles estão relacionados à economia geral.

A disciplina de economia empresarial examina conceitos e estratégias econômicas, os métodos padrão de negócios e a aquisição de capital e geração de lucros e a eficácia da produção e estratégias gerais de gerenciamento. A economia empresarial também abrange o estudo dos elementos econômicos externos e seu impacto nas decisões de negócios, como uma alteração nos regulamentos da indústria e uma rápida mudança de preço de matéria-prima.

Tipos de economia para empresas

Economia gerencial

A Economia gerencial é uma área de estudo dentro do campo da economia empresarial, que se concentra nos aspectos microeconômicos que afetam os processos decisórios de uma empresa. As decisões corporativas que são tomadas resultarão em lucros ou perdas para o negócio.

Os princípios econômicos para os gerentes visam orientar e influenciar as estratégias e escolhas corporativas para os resultados mais elevados possíveis para um negócio.

A economia da gestão é um assunto que pode ser aplicável tanto aos setores privado quanto público, além de organizações sem fins lucrativos e sem fins lucrativos. Cada uma dessas empresas deve avaliar seu ambiente econômico para se manter solvente (pois todos os negócios precisam de recursos para sua operação).

Em todas as áreas do mundo dos negócios, o objetivo principal da economia gerencial é aproveitar ao máximo os recursos disponíveis dentro da organização, especificamente, aumentar a produção e minimizar o desperdício de recursos.

Economia empresarial para organizações sem fins lucrativos

Embora as empresas com fins lucrativos e sem fins lucrativos possam ter objetivos diferentes, ambos os tipos de organizações têm operações semelhantes e exigem o mesmo conhecimento.

Além disso, eles devem ser capazes de reduzir o desperdício de recursos e maximizar o valor de seus recursos para garantir sua capacidade de sobreviver como empresas.

Organizações sem fins lucrativos e com fins lucrativos devem manter o capital necessário para funcionar dentro do sistema econômico. Isso implica que eles têm que seguir os mesmos conceitos básicos.

Por exemplo, todos os tipos de empresas se envolvem em publicidade, comunidade ou atendimento ao cliente e exigem liderança para tomar as decisões estratégicas apropriadas.

Considerações especiais

Há uma variedade de organizações que lidam com o campo da economia empresarial. Nos EUA, a National Association for Business Economics (NABE) é a principal organização profissional de economia empresarial.

A NABE é a maior organização mundial de economistas aplicados, acadêmicos, estrategistas e formuladores de políticas comprometidos com a aplicação prática da economia. O objetivo da associação é “proporcionar liderança no uso e compreensão da economia”. 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima